Um lindo poema criado pela Ana, num momento de sapiência nula. (Request post do Jean)

Putas


Sakura Sena, a pedidos do Jean.

Cercado de putas está o mundo
Umas fazem do sexo profissão
Simplesmente por falta de opção
Outras fazem tudo por diversão
E deixam o mundo imundo

Umas não têm pra onde ir
A solução (como?) era se prostituir
Não é culpa delas se o mundo é indiferente
Prostituta também é gente
(portanto também sente)

As outras são umas vadias
Não valem o prato que comem
Se na frente surge um homem
Querem dar pra ele até o fim dos dias
(até que ele perceba que você é uma vadia)

Tem vadia na tevê
Tem vadia no animê
Tem vadia no cine privê
Tem vadia no karatê
(era só pra rimar, belê?)

Por falar em karatê
Tem puta na Terra do Sol Nascente
Aquilo não é tamanho de peito de gente
Sakura Sena é seu nome
(não rimou, vai se fodê)
Mas ela tá quase falida
Porque japonês gosta de hentai
(ai, ai, ai)
Japonês quer ver a Bulma sendo comida pelo Vegeta
Acredita, bonita?

Tem vadia na tevê
Tem vadia no animê
Tem vadia no cine privê
Tem vadia no karatê
(era só pra rimar, belê?)


E aí gatcheeeeeenho, pograma da Yoko é 50 ienes a hora!