O beija flor traz o néctar de chá de bunda ao chimpanzé no cio,em quanto gaivotas cospem chaleiras voadoras do mar.
Então o tamanduá bandeira pergunta ao siri mortalzero
-Siri,por que tu és tão belo ao busto da alvorada?

Então o Siri responde:

A beleza não vem do busto que a alvorada lhe presenteia,e sim da pirocada na qual o verão lhe entrega ao âmago do espirro de biscoito sujo

Ao escutar isso o tamanduá se espanta com tão belas palavras e acaba por ver que o único sentido na vida,era a agressividade na qual a chaleira espirrava leite de texugo a quilometros de distancia.
Nisso o tamanduá em busca de respostas,foi até o sábio cão farei jante de escribaninhas maloqueiras.
Mas ele não achou,então com lágrimas esporgadas pelo ânus fossilizados,tamanduá suplicou:

-Por que não acho o cão? Ó cão por que me traíres neste vaginal deserto?

Assim embriagado acabou o siri mamado até o fim dos tempos

Moral da história: A gaivota que lhe traz a chaleira de caravelas novas,jamais serás tão bela quanto a vizinha que formosa lhe traz a cumbica da maçaneta.